CRISTÃOS UNIVERSITÁRIOS: muitos apostatam e outros perseveram até o fim

jovem-estudante

Muitos personagens bíblicos tiveram estudo a nível superior.

Moisés, “foi instruído em toda a ciência dos egípcios, era poderoso em palavras e obras” (At 7.22), conhecendo as letras, as artes, as ciências agrárias, a astronomia, a matemática e tudo o que era necessário para uma pessoa que poderia ter sido ocupante do trono egípcio, como “filho da filha de Faraó” (Hb 11.24).

Daniel, Hananias, Misael e Azarias, levados à Babilônia, foram selecionados criteriosamente na “faculdade Babilônica” , “…instruídos em toda a sabedoria, sábios em ciência, e versados no conhecimento, e que tivessem habilidade para viver no palácio do rei, a fim de que fossem ensinados nas letras e na língua dos caldeus” (Dn 1.4). Não se contaminando com o manjar do rei, os jovens receberam de Deus “conhecimento e inteligência em toda a cultura e sabedoria” (Dn 1.17).

O jovem Jesus, aos 12 anos de idade com a sabedoria divina, confundir os doutores e sábios de Israel (Lc 2.46-47). Os doutores de Israel eram pessoas de nível “universitário” para a sua época. Jesus os sobrepujou em tudo, pois crescia “em sabedoria, em estatura e em graça para com Deus e os homens” (Lc 2.52).

No livro de Atos é registrado a igreja primitiva com vários nomes acadêmicos, tais como: Lucas, Paulo, Apolo e Gamaliel. O próprio Espírito Santo coloca doutores dentro da Igreja (1 Co 12:14). Na historia da Igreja aparecem grandes eruditos como João Wycliff, Jonh Huss, Martinho Lutero, Úlrico Zwínglio, João Wesley e outros.

Muitos jovens ao entrarem na faculdade são influenciados e doutrinados por professores marxistas e leninistas, filosofias contrarias a cosmovisão cristã, desprezam os ensinos apostólicos e de seus pais, muitos abandonam a fé e se rendem ao ateísmo. Porém, nem todos são assim, alguns perseveram até fim, com dificuldades, mas confiando no poder de Deus. Os cristãos devem ocupar todos os lugares, inclusive o meio acadêmico, em todo lugar existem pessoas apostatando a fé e também perseverando até fim. As universidades formam os lideres que irão influenciar a sociedade, profissionais que ocuparão a politica, escolas, hospitais, tribunais, empresas, e o cristão deve ocupar esses espaços para a evangelização e progresso do Reino.

Abaixo, alguns conselhos para o cristão que está na universidade.

1- Tenha comunhão com Cristo.

2- Tenha uma vida devocional diária (Estudo da Palavra, Oração e Cânticos).

3- Tenha comunhão com uma igreja séria, procure uma igreja para se congregar, se alimentar espiritualmente.

4- Na universidade, procure amigos cristãos, vocês tem muito em comum, ande com eles, muitos cristãos se reúnem no ( na CRU, ABU, MPC e outros movimentos).

5- Se conheça, saiba quais são suas forças e fraqueza, não atenda a tentação.

6- Não se deixe influenciar pelos amigos e professores.

7- Existe vida além da faculdade, não deixem os estudos lhe sufocar, por isso tenha uma vida estudantil disciplinada.

8- Estude apologética (defesa da fé).

9- Nunca esqueça que os cristãos são o sal e a luz desse mundo corrupto, não tema ser o diferentão.

10- Mantenha sempre a humildade, tendo contato com sua família e amigos antigos.

“No final de todo esforço para entrar na faculdade, na busca louca de um “curso bom” e status, na correria de colar grau e depois da busca por um emprego, o que importa realmente é se você está salvo em Jesus”.

Por:

ORLEANS ROCHA

Servo de Jesus; Casado com Lohana Gomes; Membro, Auxiliar, Professor de EBD, Líder de Jovens na Assembleia de Deus em Santa Luzia Maranhão; Graduado em Nutrição - UFPI; Técnico em Controle Ambiental pelo IFMA; Graduando em Teologia pelo CETADEB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *